Workstation PRO | 28/01/2021

Workstation: entenda o que é e para quem é recomendado

Você sabe o que é uma workstation? Não? Então prepare-se para entender tudo sobre o assunto a seguir.

 

Apesar de serem fisicamente parecidas com os desktops convencionais, as workstations, ou estações de trabalho,  são  computadores high-end de elevadíssimo desempenho, arquitetados para serem utilizados em aplicações técnicas ou científicas. As workstations contam com melhor desempenho se comparadas a computadores convencionais e notebooks, sobretudo com relação a CPU e gráficos, capacidade de memória e sua capacidade de realizar várias tarefas ao mesmo tempo.

Essas máquinas são montadas de maneira modular, de forma personalizada, ou seja, de acordo com a atividade que o cliente exerce. Nesse sentido, essas máquinas trazem componentes muito mais poderosos e resistentes, preparados para aguentar grandes cargas de trabalho por várias horas.

Neste post, vamos entender melhor o que é uma workstation, para quem é recomendada e as diferenças marcantes em relação aos PCs convencionais. Confira!

 

workstation

 

História

No ano de 1980, a evolução da tecnologia propiciou o surgimento de melhores hardwares e o uso de computadores se popularizou, por conta disso, o conceito de workstation desse período indicava que a sua configuração deveria contar com no mínimo um megabyte de memória, um milhão de pontos em tela e poder processar um milhão de instruções por segundo.

Uma das primeiras workstations foi o computador chamado “3M”, indicado para o trabalho de cientistas e pesquisadores. Há um tempo atrás, realizar trabalhos necessitava contar com um grande poder de processamento, e eram poucos dispositivos que eram capazes de realizar estas tarefas, nesse sentido, estes poucos equipamentos tinham que ser compartilhados por toda a equipe.

No começo, as workstations continham sistemas baseados em Unix, o que dificultou a sua propagação entre os usuários. Apesar disso, essa realidade começou a mudar quando os fabricantes iniciaram a adoção de sistemas operacionais baseado em Windows x86 na composição das workstations.

Desse modo, cientistas e pesquisadores puderam fazer uso de todo o poder de processamento das workstations em suas pesquisas e análises, e assim, montar seus relatórios em documentos e planilhas de office com maior agilidade e exatidão.

 

O que as Workstations têm de diferente em relação aos Desktops convencionais?

A principal diferença entre os dois modelos nem sempre é percebida no primeiro impacto, já que, muitas das vezes, as máquinas apresentam características físicas externas similares. A diferença está no interior das máquinas e será sentida no uso, pois é nessa hora que vemos o desempenho superior, com a utilização de softwares que demandam uma maior capacidade de processamento.

Nas workstations, o processador conta com uma força maior ao mesmo tempo que é financeiramente mais econômico que um computador convencional. Nesse sentido, uma workstation modelo de entrada (low-end), pode ter um desempenho muito semelhante a um desktop top de linha (high-end) ou gamer.

 

Produção sob medida

Os computadores convencionais são produzidos em série, ou seja, o fabricante produz modelos padronizados e os coloca à venda em grandes redes de varejo, sem pensar em necessidades e usos específicos. Enquanto as workstations são encomendadas e fabricadas individualmente, com as peças certas de acordo com as necessidades de cada cliente.

Além disso, outra característica que se distingue dos modelos pessoais é a arquitetura de multiprocessador. Nesse sentido, essa arquitetura aumenta o desempenho de cálculo, tornando fácil o desenvolvimento de atividades complexas.

Essa personalização é o que garante a melhor performance com a utilização de softwares que exigem muito da máquina, gerando mais fluidez, durabilidade e evitando travamentos por excesso de requisições.

workstation

 

Especificações

As workstations possuem especificações bem superiores às de uma máquina convencional de uso pessoal. Uma workstation com configurações médias para o segmento pode contar com 16 slots de memória RAM e suporte máximo de 3 TB de memória. Além disso, contam com uma grande capacidade de armazenamento interno, com discos de mais de 14 TB.

workstation

 

Para quem as Workstations são indicadas?

As workstations são indicadas para profissionais e empresas que trabalham com softwares que demandam alto desempenho, geralmente para aplicações técnicas específicas ou científicas. É indicada para atividades profissionais como:

  • arquitetura;
  • engenharia;
  • desenho industrial;
  • designer gráfico;
  • modelagens em 3D;
  • edição de imagens;
  • animação;
  • realidade virtual (VR);
  • simulações computacionais na área da física e matemática e outros.

Uma workstation permite a execução dessas atividades sem que você perca tempo e exija mais do que uma máquina pode entregar, o que reduz consideravelmente o tempo de vida útil do computador. É uma máquina essencial para quem quer desenvolver uma carreira ligada à produção de mídia.

 

Preços

É óbvio que uma máquina para trabalho terá um valor de mercado acima de um computador convencional; por outro lado, os benefícios para a produtividade da equipe e da empresa podem ser gigantescos. A variação no valor de compra de uma workstation se mantém de acordo com as especificações de cada uma delas e a sua necessidade. É possível encontrar boas máquinas com um valor justo equiparado com as suas necessidades.

 

Qual é a principal vantagem de uma Workstation?

Falamos acima que a grande diferença entre uma workstation e um computador convencional é a estabilidade que a primeira entrega em relação à segunda. Mas há um ganho prático para os profissionais, que refletirá diretamente em suas entregas e rendimentos: a workstation aumentará de forma considerável a sua produtividade.

Por exemplo, enquanto em um bom computador convencional a renderização de um vídeo pode levar cerca de 4 horas, com uma workstation, esse período poderá ser reduzido para 30 minutos. Isso significa que você poderá produzir 8 vezes mais rápido. Essa diferença pode ser levada para outras atividades.

Por essas e outras que a aquisição de uma workstation deve ser considerada um investimento, pois, produzindo mais, você poderá recuperar o dinheiro investido na aquisição da máquina rapidamente, além de poder expandir a sua carteira de clientes.

 

Entendeu por que as workstations estão ganhando cada vez mais o mercado de computadores? Elas entregam o desempenho personalizado, de acordo com a atividade profissional, aceleram o desempenho de cada projeto e entregam o retorno financeiro rapidamente.

Gostou do post? Tem alguma dúvida sobre o funcionamento e requisitos de uma workstation?

Acompanhe nossas publicações nas redes sociais e entre em contato com um de nossos profissionais.

 

 

ASSINE NOSSO BLOG

Receba nossas publicações em seu e-mail.
Prometemos não exagerar :)