Hardware | 02/02/2022

Memória DDR5: tudo o que você precisa saber

A chegada da memória DDR5 ao público geral e a um preço justo, ao que tudo indica, está cada vez mais próxima. Desse modo, diferentes fabricantes já finalizaram os seus designs para o padrão da próxima geração de memórias RAM. 

Assim, o DDR5 será compatível com as próximas plataformas de processadores da Intel (Alder Lake) e AMD (Raphael).

Foi anunciado pela Jiahe Jinwei (quarto maior fornecedor chinês de módulos RAM) que chegou seu primeiro lote de módulos de memória DDR5 da sua linha de montagem na fábrica de Shenzhen Pingshan. Atualmente, os módulos de memória estão sendo produzidos em massa e estão sendo lançados aos poucos para as plataformas Intel e AMD.

Em outras palavras, as memórias DDR5 prometem entregar uma largura de banda maior e consumir menos energia que sua antecessora a DDR4. Além disso, a promessa dos desenvolvedores e fabricantes é que a DDR5 supere os padrões atuais com pelo menos o dobro de desempenho.

Porém, o que exatamente sabemos sobre esse novo padrão DDR5 até o presente momento? 

Ficou curioso em saber tudo sobre a memória DDR5? Então vamos lá!

ESPECIFICAÇÕES DOS MÓDULOS DE MEMÓRIA DDR5

A partir da análise da imagem dos módulos de memória DDR5, se pode notar que elas possuem um design semelhante ao convencional. Até o momento, existem dois módulos de memória, um com PCB verde e outro com hardware da Uniko que possui PCB preto.

Acima disso tudo, temos os pontos mais chamativos das novas memórias além da DRAM, é a presença de um PMIC (Power Management IC) integrado, que fará com que haja uma maior eficiência no trabalho da DRAM.

memória DDR5

Módulos de memória DDR5. 

De antemão, foi oficializado o padrão LPDDR5 de baixo consumo, que é comumente utilizado em smartphones, tablets e dispositivos móveis que exigem menos energia para funcionar. Com isso, suas especificações indicam que ele possui o dobro de velocidade base do LPDDR4, saltando de 3.200 MT/s para 6.400 MT/s.

Ao mesmo tempo que o lote revelado de memórias DDR5 possui uma frequência de 4800Mhz a 6.400Mhz com uma voltagem de 1,1V, no entanto, fabricantes como a SK Hynix cogitaram chegar a até 8.400 MHz. Também, suas temporizações são CL-40-40-40 e cada DIMM possui uma capacidade de 32GB. Além disso, essas memórias possuem ECC integrado, menor consumo energético e maior estabilidade comparado aos módulos DDR4.

DESEMPENHO E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Com a nova DDR5, cada DIMM terá seu regulador de tensão integrado, assim, dispensa a inclusão do componente na placa-mãe. Segundo a JEDEC Solid State Technology Association, isso faz parte de uma filosofia chamada pay as you go, no qual o fabricante do módulo terá que comprar os reguladores que forem necessários para os sistemas aos quais as memórias serão projetadas.

Em contrapartida, tal decisão irá beneficiar os fabricantes de placas-mãe, servidores e outros, pois poderão oferecer produtos mais simples e mais baratos. Todavia, incluir o regulador na RAM representará um inevitável aumento no preço final das novas memórias DDR5, em comparação com as DDR4.

Além disso, outras mudanças incluídas no DDR5 estão relacionadas com o comprimento do burst, que dobrou de 8 bits para 16 bits, e na alteração dos canais de memória, ou seja, o DDR4 usa um único de 64 bits, ao mesmo tempo que as novas contarão com dois de 32 bits.

Estes uploads nas novas memórias DDR5 foram feitos para aumentar tanto a eficiência na troca de dados quanto na velocidade, aliado ao aumento do burst. Isso possibilitará que as DDR5 executem duas operações de 64 bits de modo paralelo, ao passo que a DDR4 só pode realizar uma no mesmo período de tempo.

Além disso, uma das fabricantes das novas DDR5, a Corsair, garantiu que seus modelos irão dobrar a largura de banda da memória em relação à DDR4 3200, passando de 26 GB/s para 51 GB/s.

PERSPECTIVAS E COMPATIBILIDADES DA MEMÓRIA DDR5

Como já vem acontecendo a cada evolução das DDR’s, os futuros pentes DDR5 não serão compatíveis com os slots para memórias DDR4, desse modo, o consumidor interessado terá que investir em um troca completa de placa-mãe e processador, ou adquirir futuros notebooks que vierem a suportar as novas memórias.

memória DDR5

Nesse sentido, os primeiros produtos começaram a chegar de forma tímida ao mercado neste ano de 2021, voltadas ao público consumidor de servidores e outras soluções de grande porte; pois os processadores prometidos para suportar o novo formato de RAM, como os Intel Xeon Saphire Rapids e AMD Genoa, serão lançados respectivamente no final de 2021 e final de 2022, segundo as fabricantes.

memória DDR5

Por fim, módulos de memória DDR5, placas-mãe e processadores compatíveis voltados para o consumidor final devem se popularizar no mercado entre 2022 e 2023. Além disso, algumas fabricantes gigantes da tecnologia e produção de componentes já anunciaram neste ano que estão desenvolvendo memórias DDR5 para comercializá-las, sendo elas a Samsung, Corsair e Kingston.

CONCLUSÃO

Como vimos ao longo do texto, a memória DDR5 vai trazer muitas novidades quanto ao desempenho e irá possibilitar uma melhora significativa na execução de tarefas e processos. 

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre a memória DDR5? O futuro da tecnologia está chegando cada vez mais rápido e que tal você tirar o máximo de proveito dele?

Para isso, entre em contato com um dos especialistas da Razor Computadores e adquira a workstation perfeita para a sua necessidade profissional.

ASSINE NOSSO BLOG

Receba nossas publicações em seu e-mail.
Prometemos não exagerar :)