Edição de vídeo, Motion e 3D | 25/02/2021

Melhor PC para After Effects

Saiba a configuração ideal do melhor PC para After Effects.

 

Escolher o PC certo para suas necessidades pode ser uma tarefa assustadora, mas aqui fazemos o nosso melhor para ajudá-lo a entender como diferentes aplicações (como After Effects) utilizam os vários hardwares encontrados nas estações de trabalho e responder a pergunta “simples”: qual é o melhor computador para as minhas necessidades?

Hoje vamos abordar qual é o melhor computador para utilização do Adobe After Effects – uma aplicação incrivelmente popular tanto para gráficos de movimento quanto para VFX. Em muitos aspectos, o After Effects é bastante simples do ponto de vista de hardware, requerendo um CPU com alto desempenho por núcleo e muita memória RAM, mas outras escolhas de hardware como a GPU e o armazenamento também podem causar um grande impacto. 

Observe que vamos focar primariamente no hardware que irá afetar a performance diretamente. Equipamentos como uma placa Blackmagic Decklink para rodar um monitor calibrado de referência (especialmente desde que o After Effects não suporta telas 10-bit pela GPU), networking de 10Gb e periféricos são todos muito importantes, mas estão fora do escopo deste post.

 

pc para after effects

 

Uma boa configuração de PC para After Effects

Começaremos com uma sólida estação de trabalho para After Effects que lhe dará um excelente desempenho sem quebrar o banco. Construído em torno do Intel Core i7 10700K, este sistema dá uma boa performance na visualização da RAM (reprodução ao vivo) e desempenho de exportação sobre o Intel Core i5 10600K, fazendo com que valha bem a pena o custo para ser nossa opção de CPU “entrada”. 

O Intel Core i7 10700K também é superior em relação as CPUs Ryzen da AMD do mesmo segmento por uma pequena margem. Ao considerarmos o suporte Thunderbolt mais estabelecido nas plataformas Intel, a mesma se torna em uma escolha ligeiramente mais forte em relação à AMD.

No lado da GPU, enquanto o After Effects pode tirar vantagem da placa de vídeo para processar efeitos acelerados pela GPU, você provavelmente será limitado pelo desempenho de sua CPU. Descobrimos em nossos testes que mesmo uma GPU de médio alcance será semelhante em performance a uma GPU de alto nível. Por causa disso, utilizaremos a NVIDIA GeForce RTX 2060 Super 8GB nesta configuração (e em todas as outras).

Para a memória do sistema, utilizaremos 32GB de RAM, uma vez que After Effects é uma aplicação que consome muita memória. Cada frame que você renderiza é armazenado na visualização da RAM para que o programa não tenha que renderizá-lo novamente cada vez que você toca o play. Com mais RAM, você pode armazenar mais frames já renderizados, o que diminui a chance de o After Effects ter que renderizar frames que não tenham mudado.

Em resumo, temos um drive primário Samsung 970 EVO NVMe de 500GB (para o sistema operacional e aplicações) e um SSD Samsung 860 EVO de 1TB para seus arquivos de projeto e cache de disco.

 

CPU (processador)

– Intel Core i7 10700K 8 Core

Placa de vídeo

– NVIDIA GeForce RTX 2060 Super 8GB

RAM

– 32GB DDR4

Drives

– 500GB Samsung 970 EVO NVMe (primário)

– 1TB Samsung 860 EVO SSD (projetos e cache)

 

Uma ótima configuração de PC para After Effects

Aumentando um pouco em termos de desempenho, o Intel Core i9 10900K 10 core é um pouco mais rápido que o Core i7 10700K e é atualmente o CPU mais rápido para After Effects tanto da Intel como da AMD antes de você chegar aos processadores Threadripper AMD que são significativamente mais caros.

Para a GPU, manteremos a mesma NVIDIA GeForce RTX 2060 Super 8GB uma vez que uma GPU mais alta não vai dar um grande aumento de performance no After Effects. Entretanto, se você também trabalha com Premiere Pro ou DaVinci Resolve, você pode querer aumentar a GPU até uma RTX 3060 Ti ou mesmo uma RTX 3070. Mas como este post se concentra especialmente no After Effects, em vez disso, vamos colocar mais do orçamento para uma quantidade significativamente maior de RAM (128GB), bem como um drive Samsung 970 Pro 512GB dedicado para o cache do disco. 

Mesmo com 128GB de RAM, ter um drive dedicado para o cache do disco pode ser muito importante – e não é pouco, pois ele será capaz de armazenar os quadros da visualização da RAM entre as sessões de trabalho.

Caso contrário, o armazenamento é o mesmo que a configuração “Boa” com um drive primário Samsung 970 EVO NVMe de 500GB (para o SO e aplicações), e um SSD Samsung 860 EVO de 1TB para seus arquivos de projeto.

Tenha em mente que o desempenho bruto não é a única coisa que você está obtendo com esta configuração – você também está obtendo a capacidade de RAM muito maior, o que pode causar um enorme impacto em seu fluxo de trabalho. No momento, esta – ou uma com uma GPU ligeiramente melhorada – é uma das configurações mais comuns comercializadas para o After Effects.

 

CPU (processador)

– Intel Core i9 10900K 10 Core

Placa de vídeo

– NVIDIA GeForce RTX 2060 Super 8GB

RAM

– 128GB DDR4

Drives

– 500GB Samsung 970 EVO NVMe (primário)

– 1TB Samsung 860 EVO SSD (projetos)

– 512GB Samsung 970 Pro NVMe (cache do disco)

 

A melhor configuração de PC para After Effects

Para o melhor desempenho possível no After Effects, será utilizado o processador de 24 núcleos AMD Threadripper 3960X. A AMD tem CPUs com ainda mais núcleos (o Threadripper 3970X 32 núcleos e 3990X 64 núcleos), mas na verdade eles são mais lentos em aplicações como o After Effects. Portanto, neste caso, não queremos simplesmente ir com a opção mais cara e, em vez disso, vamos utilizar o Threadripper 3960X menos caro e mais rápido. 

A desvantagem desta plataforma é que o Thunderbolt não é tão estabelecido como nas plataformas baseadas na Intel, portanto, se o suporte ao Thunderbolt for um requisito, você pode optar por usar a configuração “ótima” mesmo que tenha o orçamento para ir com o Threadripper AMD.

Continuaremos com a NVIDIA para a GPU, e mais uma vez evitaremos melhorar acima da NVIDIA GeForce RTX 2060 Super 8GB. Esta placa é mais do que suficiente para praticamente qualquer fluxo de trabalho After Effects, embora se você também usar Premiere Pro ou DaVinci Resolve, você pode querer atualizar para uma RTX 3060 Ti ou RTX 3070.

Com o Threadripper AMD 3960X, não só obtemos um pequeno choque no desempenho, mas também a capacidade de ter 256GB de RAM. Isto permite que mais quadros sejam armazenados na visualização da RAM e diminui a chance de que o After Effects tenha que renderizar quadros que não foram modificados, o que pode aumentar muito sua produtividade. Mais do que o desempenho da própria CPU, a capacidade de ter esta quantidade de RAM é o que realmente diferencia este sistema da configuração “Melhor”.

Para armazenamento, vamos usar a mesma configuração do sistema anterior, elevando apenas o drive do projeto para 2TB e o drive de cache do disco para 1TB. A quantidade de armazenamento que o é suficiente varia muito dependendo do fluxo de trabalho de cada pessoa, portanto, dependendo de quantas filmagens e ativos você precisa em seu sistema local, você pode considerar adicionar ainda mais armazenamento. Alternativamente, se você estiver usando armazenamento em rede, então incluir uma placa de rede PCI-E de 10 Gigabits é uma boa ideia.

O aumento da capacidade de RAM vai ter um impacto muito maior do que os números de referência sugerem. Em geral, esta é facilmente uma das melhores configurações possíveis para o After Effects que você pode obter com o hardware atualmente disponível.

 

CPU (processador)

– AMD Threadripper 3960X 24 core

Placa de vídeo

– NVIDIA GeForce RTX 2060 Super 8GB

RAM

– 256GB DDR4

Drives

– 500GB Samsung 970 EVO NVMe (primário)

– 2TB Samsung 860 EVO SSD (projetos)

– 1TB Samsung 970 Pro NVMe (cache do disco)

 

Como sempre, se você não tiver certeza do que precisa ou apenas quiser verificar se está gastando seu orçamento da maneira mais eficaz possível, os consultores de tecnologia da Razor estão sempre disponíveis para ajudá-lo a obter a workstation exata para seu fluxo de trabalho. Nós fabricamos workstations especialmente para o mercado profissional. Entre em contato conosco agora, clicando aqui.

Artigo traduzido da Puget Systems. Confira o artigo original: Best Workstation PC for Adobe After Effects.

 

CTA Alguma dúvida

ASSINE NOSSO BLOG

Receba nossas publicações em seu e-mail.
Prometemos não exagerar :)