Hardware | 28/04/2020

O que é cable management e qual sua importância!

Com uma boa estratégia de cable management você garante maior vida útil da sua máquina. Não sabe o que é cable management? Então continue a leitura que vamos apresentar que estratégia é essa e qual a sua finalidade.

Com cada vez mais tecnologia sendo utilizada nos negócios e no dia a dia, um pequeno efeito colateral surgiu: o aumento no número de cabos. Mas não falamos apenas da fiação que fica exposta em uma sala e divide espaço com outros aparelhos. Os desenvolvedores de hardware também precisam se preocupar com a disposição dos cabos no interior das peças para garantir maior performance. Nesse ponto, ter uma boa política de cable management é a melhor solução.

Como o próprio nome dá a entender, trata-se de uma série de práticas que ajudam a organizar melhor os cabos dentro do espaço disponível e evitar que sua disposição cause problemas de funcionamento. E quando falamos em peças de pequeno volume, isso pode se tornar bem difícil.

A forma como os fios e componentes são organizados pode ter muito mais impacto no uso de suas máquinas do que você imagina. Quer aprender mais sobre o assunto?

Por que o cable management é tão importante?

Em primeiro lugar, é bom estabelecer por que o processo de cable management é importante para seu negócio. Veja a seguir alguns de seus impactos positivos.

Economizar espaço

Você provavelmente já teve alguns problemas ao arrumar os cabos do seu computador ou atrás da televisão de casa, chegando a um ponto em que ocupavam espaço demais no cômodo. Imagine ter que lidar com o mesmo problema, mas dentro do gabinete de um computador.

Uma boa gestão de cabos ajuda a cortar aqueles que não são necessários para o funcionamento do equipamento e organizar melhor os que são. Com o tempo, isso otimiza o uso do espaço e de todas as entradas dos fios.

Prevenir danos aos cabos

Um número excessivo de cabos também pode levar a mais dificuldades para manipulá-los quando necessário. O resultado é quase sempre alguma ranhura ou um defeito em sua estrutura durante a manipulação do hardware, o que prejudica a eficiência e aumenta a necessidade de substituição ou manutenção.

Para manter a integridade dos fios por mais tempo, você precisa tomar algumas atitudes simples de organização das peças. E, claro, nunca deixar que os cabos se enrolem enquanto você troca as conexões de lugar.

Reduzir interferências elétricas

Cabos danificados e/ou muito próximos emitem uma rede elétrica para fora de suas estruturas, por mais fraca que seja. Sem uma manutenção ou organização correta, isso pode provocar interferências entre os fios, criando erros em seus processos.

Um bom trabalho de cable management envolve distribuir corretamente esses cabos e utilizar o isolamento correto. Como resultado, é possível minimizar a taxa de interferência entre eles, garantindo que estejam sempre mais seguros.

Evitar acidentes

Outra cena bem comum em hardwares que apresentam muitos cabos desorganizados é a dificuldade em fazer ajustes, pois a manipulação de qualquer fio pode afetar vários deles ao mesmo tempo. Além de tornar a manutenção mais difícil, isso também pode causar alguns danos acidentais às peças.

Parte dessa gestão envolve também procedimentos de segurança para minimizar tais casos. Obviamente, vale mais a pena investir uma quantidade maior de tempo e energia agora do que ter de lidar com um erro de trabalho.

Melhorar a refrigeração do hardware

Por fim, outro benefício da gestão de cabos é reduzir o calor emitido pela máquina. Sempre que circula energia por algum sistema, parte da eletricidade se converte em calor, o que pode reduzir o desempenho do hardware em questão. Quanto mais cabos juntos, maior é a quantidade de calor emitida.

Com um planejamento adequado, você consegue cortar ou redistribuir esses cabos, tornando o consumo de energia mais eficiente. Isso evita o excesso de calor, que poderia comprometer o funcionamento das peças.

Como fazer um bom cable management?

Agora que você entende a importância de uma boa gestão de cabos, o próximo passo é descobrir como promovê-la de forma eficaz. Veja abaixo alguns caminhos a serem seguidos.

Usando ferramentas para otimizar o uso dos cabos

Pode parecer engraçado dizer isso, mas a melhor ferramenta para te auxiliar na gestão de cabos dentro de um computador são aquelas fitas com selos, também chamadas de “zip ties”. Se você tem algum conjunto de cabos que não são trocados com frequência, como os da placa mãe e da fonte, então basta prendê-los e você já terá menos uma preocupação.

Para sistemas que exigem mais flexibilidade, como em peças que são trocadas com alguma frequência, então vale mais a pena usar uma fita de velcro, que pode se removida e reaplicada sem ser cortada.

Montando sua workstation com o gabinete correto

A carcaça usada para montar um computador não serve apenas para dar boa aparência. Ela também é um recurso que contribui com seu trabalho de cable management, além da qualidade geral da estação.

Alguns gabinetes possuem uma série de furos de suporte, os quais podem ser usados para prender e passar fios, facilitando sua organização. Pode não parecer grande coisa, mas isso facilita bastante essa tarefa.

Colocando os cabos numa parte escondida da máquina

Em computadores pessoais que possuem um gabinete transparente, é normal o usuário tentar esconder a maior parte dos fios onde eles não serão visíveis, para melhorar a aparência. Porém, essa atitude também pode ser útil na elaboração de uma estação de trabalho profissional, que não precisa de tanta atenção à estética.

Com os principais cabos escondidos, você deixa a maior parte das peças expostas, facilitando qualquer troca ou manutenção. Mais uma vez, para máquinas que são alteradas com frequência, isso poupa bastante tempo.

Usando cabos personalizados

Por fim, mas não menos importante, você já deve saber como alguns cabos são muito longos ou muito curtos para se encaixar na estrutura da máquina. Por isso que muitas pessoas optam por utilizar fios personalizados. Dessa forma, é possível otimizar o espaço e criar uma estação de trabalho ainda mais eficiente.

Apesar de parecer simples, otimizar o cable management de uma máquina é uma tarefa bem complexa e difícil, que exige planejamento e conhecimento específico sobre seus componentes. Por isso, vale a pena contar com auxílio profissional no processo. Na Razor, uma das etapas importantes na produção de nossas máquinas contempla a correta disposição de cabos e componentes dentro dos gabinetes. Após esta etapa, fazemos diversos testes para verificar a temperatura e tensão dentro da máquina. Tudo isso para garantir uma vida útil maior para sua máquina.

Quer continuar recebendo mais dicas sobre o assunto? Então, siga-nos no Facebook e Instagram para ficar sempre por dentro das novidades.

hardware perfeito

ASSINE NOSSO BLOG

Receba nossas publicações em seu e-mail.
Prometemos não exagerar :)