Edição de vídeo, Motion e 3D | 14/07/2020

História dos Softwares: A Adobe e os Softwares de Edição

História da Adobe

 

Você sabia que quase tudo o que vemos atualmente de recursos visuais e midiáticos nos mais diversos suportes e meios de comunicação provavelmente tem o toque de algum dos softwares da Adobe? A Adobe Inc. é uma multinacional americana que desenvolve softwares, com sede em San Jose, Califórnia.

Ficou curioso em saber um pouco mais sobre a história dessa grande desenvolvedora de softwares? Então vamos lá!

Adobe

 

Como a Adobe nasceu?

A empresa foi fundada em dezembro de 1982 por Charles Geschke e John Warnock. A história da Adobe iniciou na garagem de John Warnock e a sua esposa foi a responsável por fazer o designer do “A” estilizado do logo, que é usado desde a sua fundação. A primeira versão era em azul com o nome completo, só depois que o A veio a ficar sozinho e em vermelho.

Adobe

A marca revolucionou o modo como o mundo interage com as ideias e informações, pois seus softwares permitiram elaborar conteúdos visualmente ricos e personalizados, na hora que o usuário quiser e em qualquer dispositivo. Outra curiosidade é que o termo “adobe” existe, inclusive, na língua portuguesa, e consiste em um material de construção composto de terra e componentes orgânicos. 

Apesar disso, o nome da empresa está relacionado a um córrego chamado Adobe que passa pelo condado de Santa Clara, no estado da Califórnia. John Warnock foi um engenheiro na Xerox Corporation e dono de um currículo de respeito. Ele foi presidente da multinacional por dois anos, CEO por 16 anos e se aposentou no ano de 2000. 

Charles Geschke foi membro do Xerox Palo Alto Research Center – PARC, sendo um dos laboratórios mais importantes da história da tecnologia. Geschke comandou as operações da Adobe por oito anos, sendo presidente por 11 anos e se aposentou quase junto com John. Ambos ainda hoje fazem parte da mesa de diretores da empresa. 

Antes de fundarem a Adobe, Charles e John queriam abrir um serviço de fotocópias e um outro de impressões para escritórios. Felizmente a opção foi de fundar uma companhia de softwares.

 

Como a Adobe nasceu? Como foram criados e quais são os produtos da empresa?

Logo após a fundação da Adobe, com objetivo de tornar a impressão de documentos mais fácil, o primeiro produto foi lançado, chamado PostScript. A PostScript constitui-se de uma linguagem de programação que visa ajudar um aparelho a disponibilizar informações de forma visual. 

Dessa forma, o software descreve o posicionamento de letras, símbolos e figuras em uma folha digital. A PostScript foi baseada na Interpress, uma linguagem de descrição da Xerox Co. que a companhia não quis difundir.

Anteriormente ao PostScript, as impressoras matriciais mais usadas desenhavam com pontos as figuras na página. Nesse caso, havia as plotters, mais exclusivas e caras, pois continham alta resolução e eram para resultados mais gráficos.

Então, com a criação do PostScript as impressoras interpretavam e processavam todos os comandos no editor de texto e padronizavam a impressão no papel. Esse padrão foi o primeiro internacionalmente utilizado.

Nesse sentido, a PostScript se tornou domínio público, todavia, o software interpretador de textos era comercializado pela Adobe. Em apenas dois anos de empresa, a receita já era de mais de 2 milhões de dólares. Outra grande do setor de tecnologia, a Apple foi uma das primeiras parceiras da desenvolvedora de softwares e lançou em 1985 a LaserWriter, primeira impressora da marca com o software PostScript.

Steve Jobs, na época, fez uma proposta para comprar a Adobe, mas ela foi recusada pelos seus fundadores. Além disso, a Adobe lançou as fontes digitais (padrões para fontes de computadores) Type 1 e enquanto a Apple apresentou uma rival, a TrueType, que foi licenciada também para Microsoft. Mais tarde Steve Jobs viria a se tornar um crítico da empresa devido à concorrência.

Em 1986, a Adobe faz a oferta pública de ações em Wall Street e assim, decola como sendo uma das maiores empresas em nível mundial. No ano seguinte, mais de 400 softwares já suportavam o PostScript.

 

Illustrator

O Illustrator representou o primeiro software da linha Adobe que conhecemos hoje, ele é um editor gráfico vetorizado que teve seu lançamento para o Macintosh. À primeira vista, como o próprio nome sugere, o software é direcionado para a realização de ilustrações, ícones e logos, além de outras inúmeras possibilidades. A ilustração que virou símbolo desse software é uma parte da pintura “O Nascimento de Vênus”, de Boticelli.

Illustrator

 

Photoshop

No ano de 1987, os irmãos Thomas e John Knoll desenvolveram um programa de edição de imagens que se chamou Display e depois ImagePro, e por último foi renomeado para Photoshop. Depois de dois anos demonstrando a criação pelo Vale do Silício, os irmãos conseguiram o licenciamento da Adobe, que então, incorporou o software e lançou em 1990 na versão 1.0, também exclusiva para o Macintosh.

Photoshop

A primeira versão já tinha como grandes destaques em suas ferramentas de trabalho a correção, retoque de cores, o conta-gotas, o pincel e a borracha. O Photoshop apenas começou a ser comercializado para usuários de Windows 3.1, na versão 2.5.

 

Premiere

Em 1991, a Adobe lançou outro software de grande sucesso até os dias de hoje, o Premiere. Este software era destinado para edições de vídeos, vindo a se tornar um dos principais em indústrias como música e cinema. Posteriormente, em 2003, ele se tornou o Premiere Pro.

Premiere

 

Portable Document Format – PDF

Também em 1991, John Warnock publica um artigo apresentando um projeto chamado Camelot. O Camelot seria uma forma universal de comunicação e visualização de páginas, assim como, já estariam em um formato integralizado para impressão.

Anteriormente a este projeto, cada formato de texto tinha um estilo e não era compatível com todos os sistemas existentes. O Camelot permaneceu em desenvolvimento por dois anos e finalmente em 1993 foi lançado sob o nome de Portable Document Format ou com seus dois outros nomes Adobe Acrobat e Acrobat Reader, o famoso PDF. 

PDF

O Portable Document Format não era muito popular no começo, devido ao fato de haver vários concorrentes, além de gerar documentos pesados pra época, mas tinha potencial. O PDF foi controlado e só suportado por softwares da Adobe até 2008, quando passou a ser de padrão público. Atualmente, ele é mundial, pois fotocópias, ebooks, manuais e documentos se beneficiam desse formato criado pela empresa americana.

 

Curiosidade

Um fato curioso neste caminho da Adobe foi que em 1992 o cofundador Charles Geschke acabou sendo sequestrado no estacionamento da empresa. Ele ficou quatro dias em cativeiro e a família teve que pagar o resgate, mas felizmente os sequestradores foram presos e pegaram pena perpétua.

 

Mundo dos Negócios

Em 1994, a Adobe fez uma jogada empresarial certeira e efetuou a compra da Aldus. A Aldus era uma desenvolvedora e foi uma das primeiras empresas a se destacar na computação.

A empresa comprada era dona do software chamado PageMaker, feito para realizar a publicação e diagramação de textos, bem como do AfterEffects, desenvolvido para fazer efeitos de pós produção de vídeo, além do formato TIFF de imagens.

Outra aquisição importante para a Adobe foi a do OCR Systems, um software que reconhece caracteres impressos e transforma textos escaneados em documentos editáveis.

Em 1995, o PDF inicia seu processo de popularização lentamente devido a um plugin desenvolvido para o Netscape Navigator, líder absoluto naquela época e após começa também a aparecer no Internet Explorer. Logo depois, nasce o FrameMaker, software criado para editar documentos mais complexos e estruturados, advindo da Frame Technology Corporation, empresa também comprada pela Adobe.

 

InDesign

Já em 1998 nasce o software de uso clássico de jornalistas, diretores de arte, publicitários e produtores de conteúdo em geral. Trata-se do InDesign, a Adobe investiu pesado em marketing para o novo software e, desse modo, pôde manter clientes fiéis e ainda adquiriu novos. A receita da Adobe superou pela primeira vez a marca de um bilhão de dólares em 1999 e em 2008 atingiu o valor de US$ 3.58 bilhões.

Os anos 2000 foram de mudanças para a marca, e elas começaram com o lançamento do Photoshop Elements, uma versão mais simples para edições e montagens. Além disso, foi lançado o Lightroom, que teve o seu desenvolvimento em 1999, e que faz edições em massa. Do mesmo modo, a Adobe compra também o software Cool Edit Pro e o transforma no Audition, um editor de áudio completo.

 

Adobe Flash Player

No ano de 2005 houve uma das aquisições mais marcantes da Adobe. Pelo valor de 3,4 bilhões de dólares, a empresa compra a sua rival Macromedia e assim, leva todo o catálogo da companhia, contendo o Flash. 

O Flash consiste em uma plataforma de animação de navegação a jogos criados por uma empresa chamada FutureWave, comprada pela Macromedia ainda em 1996. Com o passar do tempo, o software só evoluiu, o que possibilitou interfaces mais complexas com o uso da ActionScript. 

Adobe Flash Player

Houve um problema quando a popularização dos smartphones iniciou e as fabricantes optaram por utilizar um formato próprio, dessa forma o Flash acabou perdendo usuários com o passar dos anos.

 

Conclusão

Na atualidade, a Adobe faz várias experiências no que tange softwares de edição de fotos com inteligência artificial. Também, a Adobe trabalha com o tripé de projetos chamados Document Cloud, Creative Cloud e Experience Cloud, cada um com uma gama enorme de programas e serviços. 

Os principais produtos da Adobe hoje são:

Neste texto, buscamos apresentar um pouco da vasta história da Adobe, que foi, e ainda hoje é uma das mais importantes desenvolvedoras de softwares profissionais para a comunicação e expressão da criatividade no ramo tecnológico. Além disso, a empresa construiu um império desde sua fundação, mesmo enfrentando divergências durante o caminho.

E aí, gostou de conhecer um pouco mais sobre essa empresa que contém inúmeros softwares que utilizamos atualmente?

Que tal entrar em contato com os profissionais da Razor e montar o equipamento perfeito para utilizar estes softwares na sua atividade profissional?

 

ASSINE NOSSO BLOG

Receba nossas publicações em seu e-mail.
Prometemos não exagerar :)