Evento | 26/09/2019

Confira as 7 principais vantagens dos computadores workstation

Uma workstation é uma máquina montada para atender a uma demanda computacional específica, com alta exigência de processamento. Computadores convencionais não estão preparados para aguentar cargas de trabalho exigentes, como edição de imagens em ultra HD, softwares de arquitetura, estruturação de dados em grandes volumes, algoritmos robustos, como os que propiciam a tecnologia machine learning, entre outras atividades.

Muitos profissionais ainda desconhecem os benefícios que o investimento em uma workstation pode trazer para a sua produtividade e continuam trabalhando com máquinas comuns, passando por situações embaraçosas, como travamentos, interrupção de serviços e até perda de trabalhos. A edição e renderização de vídeos em 4K, por exemplo, exigem muito do processador. E, se feita em uma máquina comum, pode causar danos irreversíveis ao equipamento.

Para que você possa entender na prática as vantagens dos computadores workstation, fizemos este post, com 7 diferenciais desse produto em relação às máquinas convencionais. Confira!

1. Permite a personalização

Por ser montada de forma modular, as workstations facilitam a personalização, podendo ser projetadas especialmente para os softwares que rodarão nelas. Você pode encomendar uma workstation para fazer trabalhos relativos à computação gráfica, com os programas de alta performance para essa atividade.

O mesmo vale para quem busca uma máquina capaz de fazer cálculos complexos, como exigem os softwares de mineração de dados, utilizados em empresas que têm uma gestão orientada por dados. A capacidade de expansão aplica-se a todos componentes, placa, RAM, HD, vídeo, etc. — falaremos mais sobre isso nos próximos tópicos. A escalabilidade é garantida, caso no futuro, você necessite expandir a capacidade de sua máquina.

 

 

hardware perfeito

2. Contém o melhor processador

Uma das principais diferenças entre um computador comum e uma workstation está na alta capacidade de processamento. Um processador de um PC costuma ter entre dois e quatro núcleos. Os núcleos nada mais são do que divisões do processador que permitem que a máquina faça mais de uma coisa ao mesmo tempo, sem prejudicar seu desempenho.

As workstations trabalham com processadores de alto desempenho, com múltiplos núcleos, reais e virtuais. A criação dos núcleos virtuais abriu um leque enorme de atuação dos processadores, permitindo a execução de softwares de alto desempenho de forma simultânea. Ao montar a sua máquina, você poderá escolher o processador que melhor atender à sua demanda, sem ficar preso a configurações padrão.

3. Conta com uma placa de vídeo que suporte as suas exigências

Trabalhar com vídeos em 4K, em computadores comuns, editando e renderizando materiais, é como se você tivesse brincando de “roleta russa” com a sua máquina. Isso porque, além da enorme perda de desempenho, que pode provocar travamentos duradouros, há a possibilidade de a máquina superaquecer e queimar os componentes internos — um notebook corre o risco até de pegar fogo.

Além do processador e da memória não estarem preparados para esse tipo de demanda, as placas de vídeos dos computadores convencionais não estão preparadas para o “tranco”, fazendo com que os programas de edição fechem com frequência e o computador seja reiniciado diversas vezes.

Ao encomendar uma workstation personalizada, você poderá contar com uma placa de vídeo necessária para esse tipo de trabalho. Enquanto um PC convencional suporta em média 16 GB de RAM, a workstation mais que dobra esse valor, podendo ir de 64 GB e ser expandido até 1024 GB.

4. Expande a memória RAM

No primeiro tópico, falamos de uma maneira geral sobre a capacidade de expansão das workstations, mas neste falaremos especificamente sobre a “tão sonhada” expansão de memória que, muita vezes, nos faz falta. Isso porque, quando há um aumento na demanda de trabalho e o computador perde desempenho, ter um pouco de memória RAM a mais pode fazer toda a diferença.

Quando você encomenda uma workstation personalizada, ganha a possibilidade de fazer a expansão da memória no futuro, sem a necessidade de ficar preso à marca “A” ou “B”. Essa é uma grande vantagem já que, muitos fabricantes criam máquinas standard, que permitem apenas a adição de componentes da própria marca, restringindo as suas possibilidades.

Empresas como a Razor montam a sua workstation e te dão total liberdade para fazer a substituição de componentes que estejam mais adequados às suas necessidades, sem ficar amarrado à marca alguma.

5. Aproveita a construção modular

Umas das características principais das workstations é a sua construção modular, que permite a inclusão, retirada ou substituição de alguns componentes ligados à placa-mãe, peça que estrutura e regula o desempenho dos módulos que são instalados na máquina — placa de som, de vídeos, de rede, processador, chipset de memória RAM, entre outros.

Essa estrutura em módulos possibilita a combinação dos elementos importantes para o funcionamento da máquina, facilitando sua manutenção. No mercado, embora haja alguns computadores convencionais montados de forma modular, cada vez mais, os equipamentos com componentes integrados de fábrica ganham espaço — all in one, notebooks e NUCs.

6. Ganha em durabilidade

Não é segredo para ninguém que, quanto mais exigimos de um equipamento, menor será a sua vida útil. Se o seu computador rodar sempre no limite, é bem provável que, mais cedo ou mais tarde, ele perca desempenho, além de alguns componentes não aguentarem a alta exigência e queimarem.

Ao montar uma workstation configurada para o seu tipo de trabalho, você garante um desempenho fluído, com a máquina operando dentro da sua capacidade. Se você cuidar bem dela, fazendo as manutenções preventivas e cuidando da limpeza, ela durará bastante tempo.

7. Disponibiliza um atendimento personalizado

Existe uma diferença muito grande entre ir a uma grande loja de varejo comprar um computador convencional e montar a sua workstation com o auxílio de profissionais preparados para dar as melhores sugestões. Ao montar a sua workstation em uma empresa especializada, você contará com uma maior proximidade, que não achará em suportes genéricos de grandes corporações.

Na Razor, por exemplo, o cliente pode tirar as suas dúvidas diretamente com o técnico, que o auxiliará na escolha dos componentes ideais para a sua atividade. Além disso, a empresa se preocupa com o pós-venda e suporte, estando sempre pronta para solucionar eventuais problemas com a sua máquina.

Neste post, vimos as vantagens dos computadores workstation em relação aos convencionais. Tão importante quanto entender essas diferenças é escolher um fornecedor de qualidade, que tenha a experiência e o conhecimento para montar a sua máquina de acordo com a suas reais necessidades.

Gostou do post? Quer utilizar uma workstation em sua rotina de trabalho? Entre em contato conosco e faça um orçamento.

 

 

ASSINE NOSSO BLOG

Receba nossas publicações em seu e-mail.
Prometemos não exagerar :)