Tecnologia | 29/10/2019

Descubra como utilizar o software Lumion com eficiência

Há cada vez mais ferramentas disponíveis para incrementar a execução de qualquer trabalho hoje em dia. Um exemplo disso é a área de arquitetura e engenharia, que conta com diversos softwares para melhorar a projeção de imóveis. Um bom exemplo disso é o Lumion, um dos melhores softwares de projeção do mercado. Porém, isso também faz com que as exigências aumentem para o hardware usado pelos profissionais.

Quando você instala uma nova ferramenta, é importante ter um computador capaz de rodá-la com sua melhor capacidade. Se você tentar instalar algo assim em qualquer máquina, pode ser que o programa nem abra. E sem o equipamento certo, não vai conseguir fazer nenhum trabalho.

Para que você não tenha esse tipo de problema na hora de usar o Lumion, vamos falar um pouco mais sobre essa ferramenta, suas exigências e como escolher a máquina ideal para utilizá-lo. Acompanhe.

O que é e para que serve o Lumion?

Apenas para esclarecer, trata-se de uma ferramenta de visualização e edição de projetos arquitetônicos em 3D, que permite fazer edições de conteúdo, adicionar formas e testar diferentes configurações. É uma das soluções mais usadas por arquitetos, engenheiros e designers para criar estruturas tridimensionais com mais agilidade e praticidade.

A partir desse programa, você pode exportar um projeto bem mais detalhado sobre o edifício, o que facilita o planejamento da obra e a avaliação por parte do cliente.

Posso usá-lo no meu computador?

Essa é uma questão muito importante para quem pretende trabalhar com essa ferramenta. Assim como qualquer outro software, ele apresenta algumas exigências em relação às configurações da sua máquina, ou seja, as peças que ela tem.

Caso o poder de processamento não seja suficiente, você não vai conseguir usar o programa direito. E como você já deve imaginar, esse sistema exige uma máquina bem robusta. Para esclarecer melhor o assunto, vejamos os 3 níveis de configuração listados na descrição do Lumion.

Requisitos mínimos

Essas são, como o nome diz, as configurações mínimas necessárias para que o programa rode corretamente, mas ainda com suas funções limitadas. Qualquer valor abaixo disso significa que você terá extrema dificuldade, mesmo com os aspectos mais básicos do software. Obviamente, não é ideal para profissionais de arquitetura ou engenharia, pois limita muito o que ele pode fazer.

Porém, se for uma emergência, um projeto pequeno ou você quiser apenas praticar antes de usá-lo em algo mais complexo, pode tentar utilizar o programa em uma máquina com as seguintes configurações:

  • placa de vídeo de 3GB;
  • processador AMD ou Intel acima de 2.0GHz;
  • unidade de armazenamento SATA3 SSD;
  • windows 10 64bits;
  • memória RAM de 16 GB;
  • espaço em disco mínimo de 30 GB disponíveis.

Você também deve ficar limitado a projetos menores, do tamanho de uma pequena casa com poucos detalhes.

Configuração recomendada

Considerando que você vai utilizar o Lumion como ferramenta de trabalho, o que você deve buscar é uma máquina que contenha as configurações recomendadas. Nesse nível, você obtém muito mais eficácia na hora de realizar mudanças no projeto e visualizá-lo de diferentes ângulos, com poucas limitações em relação ao que pode ser feito.

As configurações recomendadas pelo próprio desenvolvedor do sistema são:

  • placa de vídeo de 6 GB;
  • processador AMD ou Intel acima de 2.0GHz;
  • unidade de armazenamento NVME m.2;
  • windows 10 64bits;
  • memória RAM de 16 GB;
  • espaço em disco mínimo de 30 GB disponíveis.

Como você pode notar, o tipo de hard drive e a placa de vídeo são as únicas mudanças, demonstrando que essas peças são as que mais pesam no desempenho do programa. Quanto maior for sua qualidade, mais fácil é sua execução. Com isso, você pode facilmente criar parte de uma cidade ou um edifício grande e bem detalhado.

Configurações de alto desempenho

Se você é um profissional mais experiente, que lida com projetos de extrema escala e complexidade, você pode precisar de uma máquina ainda mais potente. Nesses casos, as configurações que você deve buscar são:

  • Placa de vídeo de 11GB ou superior;
  • Processador AMD ou Intel acima de 2.5GHz;
  • Unidade de armazenamento NVME m.2;
  • Windows 10 64bits;
  • Memória RAM de 64GB;
  • espaço em disco mínimo de 30 GB disponíveis.

memória RAM tem mais peso aqui, pois ela permite o armazenamento temporário de informações para que sejam acessadas mais rapidamente, enquanto a placa de vídeo melhora a qualidade das imagens processadas. Esse tipo de equipamento permite a configuração de cidades, estádios e aeroportos grandes com grande quantidade de detalhes.

Escolha o computador perfeito para trabalhar com o Lumion

Considerando todos os fatores acima, você tem algumas opções na hora de comprar sua máquina. A Razor trabalha com a venda e configuração de computadores de alto desempenho e oferece algumas opções para preparar sua máquina de trabalho com total facilidade.

Vejamos a seguir os dois métodos a serem utilizados.

Desktop ou Notebook Personalizado

Encontrar um computador que venha de fábrica já com todas as configurações exatas que você busca pode ser um pouco difícil. Por isso a Razor oferece um serviço de venda de computadores personalizados, tanto no modelo Desktop quanto Notebook personalizados para Workstation.

A ideia é que você mesmo liste as peças necessárias para rodar o programa no nível que você deseja, enquanto a Razor faz a montagem e entrega de todos os componentes acessórios. É uma boa maneira de otimizar o investimento e garantir que tudo estará em ordem.

Notebook

Se você precisa de mais praticidade ou se trabalha em diferentes locais a cada dia, o ideal é ter um notebook Workstation. Como o próprio nome já diz, ele tem as configurações e potência de uma estação de trabalho, mas ainda é prático e compacto o suficiente para ser carregado em sua mochila ou em uma mala.

Naturalmente, essa opção também oferece algumas limitações, como a necessidade de carregar a bateria com frequência ou alguma dificuldade para algumas reconfigurações futuras. Porém, se o seu objetivo é ter o máximo de flexibilidade para levar o projeto aos clientes ou ao canteiro de obra, então, certamente valerá a pena.

Com todo esse conhecimento, você já está preparado para utilizar o Lumion em suas rotinas de trabalho. Lembre-se que, com cada atualização do programa, você também pode precisar de um upgrade para sua máquina, elevando seu desempenho.

Quer mais dicas para maximizar a eficácia desse programa? Então veja no nosso site as soluções Razor para o Lumion agora mesmo.

 

ASSINE NOSSO BLOG

Receba nossas publicações em seu e-mail.
Prometemos não exagerar :)