Tecnologia | 05/06/2020

Infraestrutura de TI para Empresas: Como Otimizar

Pode-se afirmar que uma infraestrutura de TI bem otimizada consegue tornar as tarefas de uma empresa muito mais ágeis e eficientes. Empresas cujo trabalho envolve um grande volume de dados necessitam de uma infraestrutura de TI de qualidade que possibilite excelente funcionamento nos procedimentos internos.

A Tecnologia da Informação (TI), tem se tornado cada dia mais importante para ajudar empresas a serem mais dinâmicas e otimizadas.

Além de uma melhora no trabalho interno da empresa, ela possibilita o principal resultado de uma empresa, que é a satisfação do seu cliente. A gestão de TI tem como objetivo traçar estratégias do trabalho e o uso de recursos de tecnologia mandatórios.

Recomenda-se que as empresas tenham um departamento especializado na infraestrutura de TI, chamados de Help Desk, Suporte Técnico ou pelo termo de Governança da TI (IT Governance Institute). As governanças da TI nas empresas devem estar sob os olhos da alta administração, como executivos e diretores, estando a par de todos os processos organizacionais que envolvem essa infraestrutura.

Destacamos que a equipe de infraestrutura de TI não está preocupada somente com os suportes pontuais, mas em manter o bom funcionamento da empresa, assim sendo, alguns pontos sobre infraestrutura de TI são:

  • Resolução de problemas com a criação de soluções eficazes e rápidas;
  • Incremento de instrumentos que auxiliem a empresa a se desenvolver;
  • Organização de medidas para que os processos da empresa sejam otimizados;
  • Visar o crescimento singular e plural de todos os colaboradores da empresa para que não haja uma dependência da equipe de infraestruturas de TI.
  • Manter as operações dos computadores, softwares e ferramentas tecnológicas em pleno estado.

Através deste texto buscamos mostrar-lhe como ter uma infraestrutura de TI adequada pode tornar seus processos dentro da empresa mais otimizados. Ficou interessado em saber um pouco mais sobre como otimizar a infraestrutura de TI em sua empresa? Então vamos lá!

 

Como fazer otimização dos processos de TI

Seja como for, os processos que envolvem a infraestrutura de TI precisam ser melhorados a todo o momento para que as tarefas sejam executadas cada vez melhor, aumentando a eficiência e produtividade da empresa. Dessa forma, ela funcionará como uma engrenagem, onde todas as peças de encaixam e tornam o trabalho fluido.

 

Identifique erros na infraestrutura atual

Em primeiro lugar, para que se comece um processo de melhorias na infraestrutura de TI é preciso identificar os problemas atuais que a empresa possa ter. Isso pode ser feito através de uma conversa com os colaboradores através de questionamentos sobre quais são suas principais dificuldades no dia a dia para execução de tarefas. A partir disso, começa-se a pensar em estratégias de soluções.

Do mesmo modo, recomendamos que seja realizado uma pesquisa sobre quais sãos os chamados mais corriqueiros, assim será possível identificar os problemas e pensar alternativas que sejam capazes de otimizar as atividades da empresa, assim como, o atendimento ao seu cliente.

Posteriormente a detecção dos problemas, é necessário que sejam desenvolvidos novos processos internos para ajustar os erros e, assim, evitar que voltem a ocorrer. Desse modo recomendamos instituir algumas mudanças como:

  • Implementar novas ferramentas de gestão de tarefas;
  • Organizar e pensar novas metodologias para desenvolver as aplicações e assim como, métodos para testá-las;
  • Investir em ferramentas venham a auxiliar no trabalho da equipe de infraestrutura de TI da empresa.

 

Como fazer otimização dos processos de TI?

A otimização dos processos de TI deve iniciar pela qualificação do seu gestor. Neste sentido, o gestor de TI deve conter consigo algumas competências conhecidas pela sigla CHA, que consiste em um tripé de conhecimentos, habilidades e atitudes que necessitam ser desenvolvidas. São elas:

  • Conhecimentos: consistem no saber técnico e na formação;
  • Habilidades: a capacidade de colocar o conhecimento em prática;
  • Atitudes: o comportamento, a vontade de fazer.

 

Juntamente a isso, o gestor de TI deve ser uma liderança com a capacidade de se comunicar de forma clara com a sua equipe de trabalho, além de manter-se sempre a par de novidades, pois um profissional atualizado é de suma importância para um bom desenvolvimento das atividades.

 

Institua as melhores práticas de governança da TI

Para instaurar a governança de TI em uma empresa é preciso destinar investimentos nos melhores métodos de gestão. Esses métodos podem ser encontrados na ferramenta chamada de COBIT (Control Objectives for Information and Related Technology), que em tradução livre seriam os objetivos de controle relacionados ao uso da Tecnologia da Informação.

A COBIT consiste em um framework que define procedimentos de organização de uma forma completa. Esta ferramenta possui três etapas:

  • Diagnóstico;
  • Implementação;
  • Revisão.

 

O primeiro item refere-se ao diagnóstico, ou seja, uma análise criteriosa sob como estão sendo feitos os processos que envolvem a infraestrutura de TI da empresa. Indicamos utilizar uma fermenta conhecida como SWOT, que se resume em um conjunto de fatores de identificação, para identificar as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

  • Forças: qualificação da equipe, boa infraestrutura de rede, hardwares e softwares de última geração;
  • Fraquezas: falta de liderança, inexistência de planejamento, baixo alinhamento às necessidades do negócio e dos usuários;
  • Oportunidades: disposição da alta administração em investir na infraestrutura da TI, novas tecnologias disponíveis no mercado;
  • Ameaças: corte de gastos, riscos operacionais, rotatividade de trabalhadores.

Após analisar a situação atual do setor de TI, após, deve-se elaborar a partir dos dados coletados um plano de trabalho para tornar melhor a sua infraestrutura. Com um plano bem embasado e com a rota traçada aonde deseja chegar, cumprir com os objetivos será mais fácil e satisfatório.

 

 

O segundo item consiste na implementação dos objetivos estabelecidos com o diagnóstico. Nesse estágio da governança de TI, o gestor deve então delegar as funções, estabelecer os prazos para implementação, definir o orçamento necessário e buscar soluções práticas e eficazes.

Dessa forma, deve-se estabelecer metas de desempenho para os colaboradores da equipe e, assim, acompanhar de forma continua a realização das tarefas. Isso pode ser feito com o auxílio de indicadores de desempenho, conhecidos como KPI’s (Key Performance Indicators), que consistem em métricas capazes de informar a conformidade das ações da equipe, além da produtividade, prazos, índices de erros, custos e a eficácia dos planos adotados.

Seguir estes passos sob o cuidado dos indicadores torna a implementação dos projetos melhor, o que resultará na evolução contínua da empresa.

O terceiro item consiste em revisar os processos implementados e fazer com que as melhorias sejam contínuas. assim, as métricas devem ser usadas como forma de identificar o que está funcionando e o que não está, assim como, de verificar o que está ou não adequado aos objetivos traçados.

O objetivo principal deve ser o atendimento às prioridades definidas. A otimização dos processos de TI tem seu sucesso ligado também ao controle de custos, seja como for, um uso racional dos recursos é um dos pilares da eficiência.

 

 

Devemos ressaltar que quanto ao contexto de se investir em infraestruturas de TI de qualidade, nem sempre gastar menos dinheiro significa em gastar melhor. Um bom exemplo encontra-se na compra de equipamentos para a empresa, que devem ser escolhidos pela sua durabilidade e entrega, não somente pelo valor, pois em muitos casos o barato pode sair caro em um futuro próximo. Nesse sentido, busque o custo eficiente.

 

Use a computação na nuvem

A computação na nuvem tem ajudado a otimizar os processos de TI. É um recurso que ganha destaque devido a sua capacidade de compartilhamento de informações, o que possibilita uma maior flexibilidade na execução e distribuição de tarefas.

Outra vantagem é a escalabilidade de serviços que consiste em expandir a capacidade de recursos tecnológicos utilizados pela empresa. Um dos exemplos de computação na nuvem são os servidores.

 

Invista em automação

A automação é uma das melhores aliadas durante um processo de otimização nas mais variadas áreas da empresa. Ela proporciona a redução de custos no longo prazo, assim como a diminuição de falhas humanas e torna a execução das tarefas mais ágeis.

Por exemplo, no caso de otimizar a infraestrutura de TI da empresa, é possível fazer o uso de softwares para automatizar as tarefas.

 

Portanto, os principais benefícios de uma infraestrutura otimizada são a redução dos custos de sua empresa, o aumento da eficiência e ganhos em produtividade. Ter os processos de TI otimizados resulta principalmente em uma maior satisfação dos clientes e, por consequência, um aumento nos faturamentos.

Nesse sentido, nós da Razor Computadores trabalhamos com o objetivo de oferecer produtos de alta qualidade e tecnologia a um preço justo para que a infraestrutura de TI da sua empresa seja cada vez melhor.

hardware perfeito

ASSINE NOSSO BLOG

Receba nossas publicações em seu e-mail.
Prometemos não exagerar :)