Arquitetura e Construção | 18/11/2019

Computador para engenheiros e arquitetos: conheças as características

Por falta de conhecimentos específicos na área de informática, muitos profissionais acreditam que qualquer computador é suficiente para realizar o trabalho. O problema é que, na maioria dos casos, faltam desempenho e espaço para o armazenamento de arquivos, gerando lentidões e perdas de informações. Então, como montar um computador para engenheiros e arquitetos?

No post de hoje vamos mostrar porque você deve se preocupar em montar um computador de alta performance para o seu escritório e o que considerar no processo. Acompanhe!

Por que o computador para engenheiros e arquitetos deve ser diferenciado?

Projetos de engenharia e arquitetura demandam programas robustos, com configurações avançadas e maiores requisitos de sistemas. Um computador comum não consegue dar conta do recado, principalmente quando mais de um é utilizado ao mesmo tempo.

No início, é possível observar pequenas travadas e, à medida que o projeto se desenvolve, ele pode travar de vez, fechando sem salvar as alterações do trabalho. Além disso, a baixa capacidade de armazenamento pode obrigar você a deletar arquivos importantes.

Um computador de alta performance, por outro lado, permite rápidas renderizações e maior qualidade das imagens, o que reflete no aumento da produtividade e melhoramento da imagem profissional.

Quais características um computador para engenheiros e arquitetos deve ter?
Abaixo, separamos algumas das principais características que você deve observar para ter um computador adequado ao trabalho. Confira!

Maior capacidade de armazenamento

O ideal é que um computador para engenheiros e arquitetos seja equipado com dispositivos SSD (Solid-State Drive), pois oferecem uma série de vantagens em relação aos HDs (Hard Disks) convencionais.

O SSD é mais leve, lê e grava dados com maior velocidade e consome menos energia. Também é mais resistente a impactos e tem maior tempo de vida útil. Isso faz dele um dispositivo de armazenamento mais confiável e eficiente.

Placa de vídeo e memória adequada

A placa de vídeo precisa ter alta performance de ponto flutuante de precisão, pois permite o cálculo de medidas sem arredondamentos. Consequentemente, isso elimina a omissão de dígitos significativos nos projetos de engenharia e arquitetura em 2D e 3D.

Então, fuja de placas de vídeo onboard. Elas são integradas à placa-mãe do computador, compartilhando os recursos do sistema e entregando menos eficiência. A melhor solução, nesse caso, é uma placa de vídeo dedicada, pois possui memória RAM e processador independentes.

Além disso, é importante garantir uma boa memória de vídeo. Um dispositivo GDDR5 pode ser suficiente aqui, mas sua eficiência vai depender da largura de banda que a placa de vídeo disponibiliza. O recomendável é contar com 256 bits de largura.

Assim, profissionais que usam programas em CAD (Computer Aided Design), como o AutoCAD e Sketchup, devem contar com uma placa de vídeo com processador gráfico Nvidia Quadro ou AMD FirePro.

Processador mais potente

O processador deve ter um clock elevado (2.5 GHz pode ser o suficiente) e um número de “cores” (núcleos) maior para o computador rodar programas de desenho em 2D e 3D de forma suave, além de suportar renderizações pesadas.

Mas não é só isso. Ele precisa ter uma boa capacidade de memória cache para não sobrecarregar a memória RAM. Isso vai possibilitar o salvamento e abertura de projetos mais rapidamente.

Para os trabalhos de engenharia e arquitetura, os processadores com mais de 7 cores serão ideais, pois conseguem executar vários processos simultaneamente sem sobrecarregar o computador. Isso evita lentidões e travamentos de tela. Atualmente, os processadores Xeon, da Intel, e da linha Opteron, da AMD, devem ser considerados.

Como obter computadores ajustados às suas necessidades?
Cada profissão exige um computador com configurações específicas. Por isso, o ideal é que monte um de acordo com as necessidades do seu tipo de trabalho.

Mas evite fazer isso sozinho ou com a ajuda de quem não tem experiência. Dê preferência a um especialista no assunto, como a Razor, que tem grande know-how em personalização de máquinas profissionais. Assim, você não erra e fica satisfeito com os resultados.

Agora que você já sabe como montar um computador para engenheiros e arquitetos, não perca mais tempo e dinheiro. Siga as nossas dicas e dê um up em sua profissão.

Tem algo a acrescentar? Compartilhe os seus conhecimentos e experiências nos comentários!

 

hardware perfeito

ASSINE NOSSO BLOG

Receba nossas publicações em seu e-mail.
Prometemos não exagerar :)